Conteúdo adulto

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Que a maldade da tua mulher não te contamine

Jovem esposa, sempre desconfiada. Cheirava as roupas do marido, procurava marcas de batom no pescoço e bilhetes nos bolsos. Vasculhava celular e caixa de e-mails. Espiava as redes sociais. 
Um dia, ao chegar em casa, deparou-se com dois corpos nus na cama do casal. 
Empalideceu.
Tonta, com a voz sumida, gaguejou:
- Desde quando?
E ouviu, atônita:
- Estou retribuindo a confiança depositada.

"não tenhas ciúmes de tua mulher para que ela não se meta a enganar-te com a malícia que aprender de ti."(Eclesiástico, IX,1).


7 comentários:

Luna Sanchez disse...

Quem procura...

Mirella de Oliveira disse...

Bem canalhinha, hein? Deve ser adepto daquela frase (fail): "Minha atitude depende da sua."

Eraldo Paulino disse...

Quem traiu primeiro?

Ela, lógico.

Boa, Pê!

Mirella de Oliveira disse...

Ela não traiu. Traição significa fazer algo sem que outra pessoa saiba. Traição é enganar, esconder e mentir. Ela era ciumenta e ele sabia disso. Pessoas de caráter não regem as SUAS atitudes em razão da atitude do outro. Princípios e valores são imutáveis. Beijo

Átila Goyaz disse...

Tudo culpa da maçã.
Beijos!

'Lara Mello disse...

Gostei muito :o

J Araújo disse...

Gostei do texto. Muito inteligente.

Bj